UFRGS aumentou a quantidade de vagas para cotistas

A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) ampliou para 40% a quantidade de reserva de vagas para cotistas em 2015. Isso foi decidido através do Conselho Universitário (Consun) da instituição, uma vez que os vestibulandos agora podem ingressar na graduação por meio do vestibular e do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Todavia, a decisão ainda prevê que esse índice chegue a 50% nas seleções de 2016, através de determinação de lei federal.

Cabe lembrar que a ampliação na reserva de vagas é válida para ambas as formas de ingresso de vestibular do próximo ano. Assim, ele continua com 70% das vagas e o Sisu com as 30% restantes. Essa proporção respeita a quantidade de cotas estipulada dentro de cada seleção. No ano de 2012, o Consun havia rejeitado o projeto que aumentava a quantidade de reserva de vagas para cotistas. Contudo, um grupo da instituição que estuda as políticas afirmativas teve a ideia de propor esse índice de cotas, o que resultou em um grau satisfatório por parte dos estudantes. A universidade afirma, ainda, que o objetivo da decisão é adequar os processos de ingresso à Lei Federal que exige ampliação gradual do índice de vagas reservadas para 50% até 2016 em todas as instituições federais de ensino.

Entretanto, é importante ressaltar que o candidato precisa aprimorar o conhecimento e estudar com afinco para ser aprovado no vestibular, pois para conseguir uma vaga na instituição é necessário passar por um processo seletivo ou então ter obtido uma boa nota no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e com isso, se inscrever no Sisu.

A cada ano que passa a tendência é que a quantidade de inscritos nos vestibulares aumente. Todavia, o governo também tem investido nessa área e nos últimos meses abriu várias instituições para níveis de graduação e cursos tecnológicos, o que favoreceu a qualificação de diversas pessoas para o mercado de trabalho.

Por Luciana Viturino

Inglês sem Fronteiras abrirá inscrições em breve

Neste último dia 16 de julho de 2014 o Ministério da Educação informou que estará abrindo na data do dia 31 do mesmo mês o período de recebimento das inscrições para a realização de uma nova seleção para o curso presencial do programa Inglês sem Fronteiras.

De acordo com as informações divulgadas até o momento, as inscrições serão aceitas até o dia 08 de agosto de 2014.

Para esta etapa há uma oferta total de 9 mil vagas para diversas universidades federais em todo o Brasil.

Para estar habilitado a participar do Inglês sem Fronteiras, os candidatos precisam atender algumas exigências, dentre as quais estão as seguintes: ser aluno de graduação, mestrado ou ainda doutorado com matrícula ativa em universidades federais, ter completado até 90% do total da carga horária do respectivo curso e etc.

No que diz respeito à classificação a informação, é de que haverá prioridade para aqueles alunos que sejam graduandos em cursos oferecidos pelo programa Ciência Sem Fronteiras, estudantes que participaram do Enem a partir do ano de 2010 e que tenham obtido uma nota igual ou superior a 600 pontos (já incluindo a redação), candidatos bolsistas ou ex-bolsistas que participaram do programa Jovens Talentos para a Ciência (válido para qualquer curso em graduação) dentre outros.

De acordo com as informações divulgadas até o momento, a carga horária do curso presencial será correspondente a quatro aulas, sendo que cada uma contará com 60 minutos. Serão, no mínimo, duas vezes por semana.

Os locais e horários serão definidos pelas próprias universidades credenciadas. A duração mínima do curso é de 30 dias, sendo que a máxima poderá chegar a 120 dias.

O programa Inglês sem Fronteiras foi lançado pelo Ministério da Educação no ano de 2012. O objetivo é que, por meio dele, fosse possível melhorar a proficiência de universitários brasileiros em relação à língua inglesa.

Para maiores informações consulte o Edital nº 23/2014 disponibilizado pela Sesu do MEC.

Por Denisson Soares

Vestibular FGV 2015 – Inscrições

Estão abertas as inscrições para o vestibular 2015 da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Os cursos oferecidos no Rio de Janeiro são: Administração, Economia, Direito, História, Ciências Sociais e Matemática Aplicada. Todavia, o polo de São Paulo também oferece vagas para os cursos de Administração de Empresas, Administração Pública, Economia e Direito. No total são 650 vagas.

Diante disso, é importante salientar que o vestibular FGV 2015.1 apresenta algumas novidades e uma delas é o novo site, o qual foi totalmente reestruturado para melhor atender à demanda dos candidatos. Assim, os estudantes podem acessar os editais de cada curso, assistir a uma aula-convite e a depoimentos de alunos e ex-alunos. Há ainda, a possibilidade de o interessado se inscrever no processo através do celular. Desta forma, agora está mais fácil encontrar as informações desejadas, é o que ressaltou o diretor de Comunicação e Marketing da FGV, Marcos Facó.

O aluno interessado pode também participar do processo por meio de duas formas de ingresso – vestibular e Enem. Entretanto, se o participante optar pelos dois será necessário que efetue o pagamento das duas taxas de inscrição e os critérios de classificação podem ser conferidos nos editais encontrados no site www.fgv.br/vestibular.  

No Rio de Janeiro, os candidatos terão até o dia 29 de setembro para se inscrever no vestibular e as provas ocorrem em outubro. Todavia, em São Paulo, as inscrições vão até 15 de outubro e as provas ocorrem entre novembro e dezembro, a depender do curso. Os alunos da rede pública podem pedir isenção de taxa mediante comprovação documental.

A Fundação destina parte das vagas do vestibular a candidatos aprovados conforme o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Com isso, o prazo de inscrição vai até o dia 5 de janeiro de 2015. Na cidade de São Paulo, apenas os cursos de Administração de Empresas e Administração Pública disponibilizam vagas para esses alunos, os quais têm até o dia 15 de outubro para efetuar a inscrição.

Por Luciana Viturino